A Empresa

QUEM SOMOS

A ARTIRE “Associação Rioclarense de tiro esportivo” iniciou suas atividades em 04 de fevereiro de 2013, daí por diante galgamos um processo meteórico sempre prestando muita atenção na segurança e consciência coletiva, e caminhando absolutamente dentro das normas estipuladas pelo nosso respeitado exército brasileiro, ao qual somos fielmente subordinados através do CR 96196 e 93444. Dentro de nosso quadro de instrutores existem diversos profissionais da segurança, desde especialista em armas de diversas polícias, especialistas em material bélico, e coronel combatente da reserva do exército brasileiro, todos altamente capacitados tanto em ambientes de conflitos reais como em cursos de capacitação dentro e fora do Brasil.

MISSÃO

Proporcionar treinamento de alto nível na capacitação e no manuseio de armamento e tiro aos integrantes das polícias, guardas municipais, forças especiais e auxiliares, além dos cidadãos de bem que pretendem praticar o esporte do tiro, assim como aos atiradores esportivos que já possuem certificado de registro no exército brasileiro, pois trabalhamos 100% em conformidade com a legislação vigente, e estamos 100% adequados à nova portaria 01/2015 do exército brasileiro.

VISÃO E VALORES

Através do nosso trabalho pretendemos contribuir no que for necessário para tornar o mundo e a sociedade um lugar melhor, através da educação e conscientização do elemento humano para que todas as pessoas estejam em equilíbrio de forças, evitando assim oportunistas que pretendam tirar proveito dos aparentemente mais fracos, e assim todos sejam iguais nos seus direitos e deveres sempre respeitando-se mutuamente e principalmente no que diz respeito ao nosso foco principal: a preservação da vida e da verdadeira justiça.

A Empresa
treinamentos imagem treinamentos
Imagem Treinamentos
Proporcionamos diversos tipos de treinamentos em nossos stands, desde o básico de regras de segurança no manuseio de armamento e tiro para iniciantes, tiro esportivo com armas curtas e longas, tiro prático onde o alvo está em movimento, tiro defensivo onde são montadas simulações de situações reais de combate, tiro tático policial, etc
Todos os tipos de treinamento visam primordialmente a responsabilidade no manuseio e uso do armamento, segurança rígida na utilização de armas para evitar efeitos colaterais e concientização do uso responsável de armas de fogo.

OBSERVAÇÃO: TODOS OS NOSSOS TREINAMENTOS SÓ SERÃO APLICADOS EM PESSOAS IDÔNEAS QUE ESTEJAM EM DIA COM A JUSTIÇA, POIS TODOS OS TREINAMENTOS FICAM REGISTRADOS EM LIVROS PERMANENTES PARA EVENTUAIS CONSULTAS PELOS ÓRGÃOS COMPETENTES.
Produtos
FOTO NÃO ENCONTRADA

PT 58 HC PLUS

Calibre:
.380 ACP
Capacidade de tiros:
19+1
Ação:
Simples e dupla
Comprimento do cano:
102 mm
Comprimento total:
183 mm
Peso:
830 g
Acabamento:
Oxidado ou inox
Miras:
Sistema de 3 pontos
Segurança:
Massa e manual externa ambidestra, trava do gatilho, indicador do cartucho na cãmara, indicador de engatilhado
Punho:
Polí­mero com trilho para acessórios
Armação:
Alumí­nio
Outras características:
Fornecida com dois carregadores sobressalentes
FOTO NÃO ENCONTRADA

PT 638 PRO SA

Calibre:
.380 ACP
Capacidade de tiros:
15+1
Ação:
Simples
Comprimento do cano:
83 mm
Comprimento total:
158 mm
Peso:
660 g
Acabamento:
Teniferizado
Miras:
Fixas, 3 pontos de trí­tio
Segurança:
Trava de percursor, trava manual externa ambidestra, trava do gatilho, indicador do cartucho na cãmara, indicador de engatilhado
Punho:
Polímero com trilho para acessórios
Armação:
Alumí­nio
Outras características:
Fornecida com dois carregadores
FOTO NÃO ENCONTRADA

PT 59 S/PT 59 T

Calibre:
.380 ACP
Capacidade de tiros:
19+1
Ação:
Simples e dupla
Comprimento do cano:
131 mm
Comprimento total:
211 mm
Peso:
955 g
Acabamento:
Oxidado ou inox
Miras:
Massa fixa, PT59 S com vértice de mira fixo, PT59T alça de mira regulável
Segurança:
Trava do percursor, trava manual externa com desarmador do cão, indicador do cartucho na cãmara
Punho:
Borracha
Armação:
Alumínio
Outras características:
FOTO NÃO ENCONTRADA

PT 938

Calibre:
.380 ACP
Capacidade de tiros:
15+1
Ação:
Simples e dupla
Comprimento do cano:
95 mm
Comprimento total:
172 mm
Peso:
800 g
Acabamento:
Oxidado ou inox
Miras:
Sistema de 3 pontos, massa e alças fixas
Segurança:
Trava de percursor, trava manual externa ambidestra com desarmador de cão, indicador do cartucho na cãmara, indicador de engatilhado
Punho:
Borracha
Armação:
Alumí­nio
Outras características:
FOTO NÃO ENCONTRADA

GLOCK G-25 OD FRAME VERDE

Calibre:
.380 ACP
Capacidade de tiros:
15+1
Ação:
SA/DA
Comprimento do cano:
104 MM
Comprimento total:
Peso:
Acabamento:
TENIFERIZADO
Miras:
FIXAS TÍTRIO
Segurança:
TRAVA DE GATILHO
Punho:
POLÍMERO ALTA RESISTÊNCIA
Armação:
POLÍMERO/AÇO
Outras características:
Notícias
01/01/2015

VOCÊ TEM O DIREITO DE ADQUIRIR ARMAS DE FOGO LEI 10826/03 DECRETO 5123/04

Para adquirir uma arma de fogo de uso permitido o cidadão deve dirigir-se a uma unidade da Polícia Federal munido de requerimento preenchido, além de apresentar os seguintes documentos e condições:

(a) ter idade mínima de 25 anos, exceto para os cargos definidos no artigo 28 da Lei 10.826/03;

(b) cópias autenticadas ou original e cópia do RG, CPF e comprovante de residência (Água, Luz, Telefone, DECLARAÇÃO com firma reconhecida do titular da conta ou do proprietário do imóvel, Certidão de Casamento ou de Comunhão Estável);

caso esteja em nome do cônjuge ou companheiro).;

(c) declaração escrita da efetiva necessidade, expondo fatos e circunstâncias que justifiquem o pedido;

(d) comprovação de idoneidade, com a apresentação de certidões negativas de antecedentes criminais fornecidas pela Justiça Federal, Estadual (incluindo Juizados Especiais Criminais), Militar e Eleitoral e de não estar respondendo a inquérito policial ou a processo criminal, que poderão ser fornecidas por meios eletrônicos:

Consulte aqui a forma de obtenção das certidões em cada localidade.
(e) apresentação de documento comprobatório de ocupação lícita;

(f) comprovação de capacidade técnica e de aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo, realizado em prazo não superior a 01 ano, que deverá ser atestado por instrutor de armamento e tiro e psicólogo credenciado pela Polícia Federal;

(g) 1 (uma) foto 3x4 recente.

IMPORTANTE

1.Caso a aquisição seja efetivamente realizada, o cidadão deverá requerer a emissão do certificado de registro de arma de fogo, estando sujeito ao pagamento de taxa no valor de R$ 60,00, conforme estabelecido no art. 11, I e Anexo da Lei 10.826/03.

20/03/2015

QUEM PODE TIRAR CR

PARA FAZER SUA SOLICITAÇÃO DE CR (CERTIFICADO DE REGISTRO), BASICAMENTE O CIDADÃO DEVE CUMPRIR OS SEGUINTES REQUISITOS:

*SER MAIOR DE 18 ANOS (PARA PRÁTICA DE TIRO) OU MAIOR DE 25 ANOS PARA A COMPRA DE SUAS ARMAS
*ESTAR EM DIA COM O SERVIÇO MILITAR
*NÃO TER CONDENAÇÃO CRIMINAL EM EXECUÇÃO
*POSSUIR OCUPAÇÃO LÍCITA
*POSSUIR ENDEREÇO FIXO COM O BÁSICO EM SEGURANÇA (TRANCAS NAS PORTAS E PORTÕES, PAREDES EM ALVENARIA, MUROS AO REDOR DO IMÓVEL, ETC)
*SER SUBMETIDO POR PROFISSIONAL COMPETENTE À AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA E SER CONSIDERADO APTO AO MANUSEIO DE ARMAMENTO E PRÁTICA DE TIRO
*SER SUBMETIDO POR INSTRUTOR COMPETENTE À AVALIAÇÃO E CAPACITAÇÃO TÉCNICA EM NORMAS DE SEGURANÇA E MANUSEIO DE ARMAMENTO E TIRO
*POSSUIR COFRE PARA ARMAZENAR SEUS EQUIPAMENTOS E ARMAMENTOS
*DEVE SER OBRIGATORIAMENTE FILIADO E ESTAR EM DIA COM ESTA UNIDADE DE TIRO (CLUBE DE TIRO) DEVIDAMENTE APROVADO PELO EXÉRCITO BRASILEIRO
*NÃO FAZER USO DE SUBSTÂNCIAS ENTORPECENTES ILÍCITAS
*MANTER UM COMPORTAMENTO SOCIAL RESPONSÁVEL E IDÔNEO, DE FORMA QUE NÃO DESABONE A IMAGEM DA INSTITUIÇÃO DO EXÉRCITO BRASILEIRO

OBS:LEMBRANDO SEMPRE QUE O POSSUIDOR DE CR ESTARÁ SUJEITO A INSPEÇÃO DO EXÉRCITO BRASILEIRO À QUALQUER MOMENTO.

30/05/2015

1°JANTAR BENEFICIENTE DE CONFRATERNIZAÇÃO ARTIRE 2015

A ARTIRE (ASSOCIAÇÃO RIOCLARENSE DE TIRO ESPORTIVO), PROMOVEU NESTE DIA 30 DE MAIO DE 2015 O 1°JANTAR BENEFICIENTE DE CONFRATERNIZAÇÃO ARTIRE 2015, E FOI REALIZADO NO RENOMADO RESTAURANTE BARRIL 2000, CEDIDO GENTILMENTE PELO ASSOCIADO ATIRADOR OTTO WERNER KURTH JUNIOR.
FOI UM GRANDE SUCESSO ONDE TODOS OS ATIRADORES, POLICIAIS, MAGISTRADOS, AMIGOS E COLABORADORES PUDERAM AJUDAR COM DOAÇÃO DE ALIMENTOS NÃO PERECÍVEIS PARA AJUDAR ENTIDADES QUE PROMOVEM AJUDA SOCIAL AOS MENOS FAVORECIDOS.
AGRADECEMOS AOS PRESENTES, E PRETENDEMOS REALIZAR MUITOS OUTROS JANTARES E ALMOÇOS PARA COLABORAR CADA VEZ MAIS COM NOSSOS SEMELHANTES E ASSIM MOSTRAR QUE CADA UM PODE FAZER SUA PARTE PARA UM MUNDO MELHOR.

28/10/2015

REVOGAÇÃO DO ESTATUTO DO DESARMAMENTO

Caros amigos,

Após dez anos do referendo sobre o comércio de armas e munições no País e muitos debates sobre o assunto, foi votado e aprovado na última terça-feira, dia 27 de outubro, em Comissão Especial da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei nº 3722/2012.



Abraços,

Equipe Superinformativo



Mudanças no Estatuto do Desarmamento são aprovadas na Câmara dos Deputados




Após dez anos do referendo sobre o comércio de armas e munições no País e muitos debates sobre o assunto, foi votado e aprovado na última terça-feira, dia 27 de outubro, em Comissão Especial da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei nº 3722/2012. A proposta, de autoria do deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC), estabelece o Estatuto do Controle de Armas de Fogo e Munições e altera dispositivos, corrigindo falhas, do Estatuto do Desarmamento (Lei nº 10.826/2003).

O plenário, como de costume, sempre lotado e com a presença de representantes a favor e contra a proposta deram calor às colocações dos parlamentares. Foram 19 votos a favor do projeto de lei e 8 contrários.

De acordo com o presidente da Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições (Aniam), Salesio Nuhs, os deputados federais da Comissão Especial respeitaram e devolveram aos cidadãos brasileiros a vitória conquistada no referendo realizado no Brasil em 2005. “A aprovação foi a primeira etapa de uma caminhada grande ainda no que se refere ao tema”, ressalta.

Segundo o presidente do Movimento Viva Brasil - ONG que defende o direito dos cidadãos a legítima defesa -, Bene Barbosa, esta é uma vitória do povo brasileiro. “É preciso devolver ao cidadão de bem o seu direito a defesa, que lhe foi tirado durante tantos anos”, comemorou.

Na próxima semana, dia 3 de novembro, os deputados da Comissão Especial da Câmara dos Deputados irão votar os destaques propostos por alguns parlamentares e somente depois a proposta vai para votação no Plenário.

10 anos de referendo

No dia 23 de outubro completaram-se dez anos que cerca de 60 milhões de brasileiros (63,94% dos eleitores) rejeitaram a proibição da venda de armas de fogo e munições num referendo popular. No entanto, o excesso de burocracia e exigências para a aquisição e registro de armas de fogo estabelecidos pela Lei 10.826/2003, mais conhecida como Estatuto do Desarmamento, tornaram a lei dissociada da decisão popular.

As restrições e exigências impostas bem como os altos valores cobrados para os registros de armas de fogo foram a maneira encontrada de acabar, progressivamente, com a manutenção de armas por parte daqueles que já as possuíam antes da realização da consulta popular. Assim, embora tivessem o direito adquirido, os proprietários não conseguiriam cumprir as novas determinações, restando apenas a entrega das armas nas campanhas de desarmamento.

Após quase doze anos da implantação do Estatuto do Desarmamento, o Brasil apresenta índices preocupantes de armas de fogo ilegais ou em situação irregular e maior marca de homicídios de sua história.

De acordo com os mais recentes dados contabilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no ano de 2012 foram registrados 56.337 homicídios. O número supera países envolvidos em disputas territoriais ou em guerra civil, como o da Chechênia (25 mil), entre 1994 e 1996, e da guerra civil de Angola (1975-2002), com 20,3 mil mortos ao ano.

Os atuais números da violência demonstram que a adoção de leis que restringem ainda mais a venda e o registro de armas de fogo para cidadãos não foram eficazes. Especialistas afirmam que isso se deve ao fato de que as campanhas promovidas pelo governo e por ONGs visam o desarmamento apenas do cidadão de bem, no entanto, são as armas ilegais, que estão nas mãos dos criminosos, as utilizadas para o cometimento de crimes.Para o especialista em segurança pública e presidente do Movimento Viva Brasil, Bene Barbosa, “enquanto campanhas voluntárias de desarmamento estão nas ruas, os criminosos continuam se abastecendo de forma acelerada de armas de fogo ilegais por meio das fronteiras brasileiras. A capacidade da polícia de apreender essas armas nas mãos dos bandidos não foi aumentada e a criminalidade aumenta assustadoramente”, afirma.

Ainda, segundo o especialista, o crime tem causas bem mais complexas, que envolvem uma ampla rede de fatos de natureza social. “Um país democrático como o Brasil não pode, simplesmente – apenas para mostrar à população que não está inerte ao problema – proibir a posse de armas por cidadãos de bem como desejam algumas ONGs. Isso, em vez de reduzir a criminalidade, abastece o mercado ilegal e faz com que o Estado não tenha o controle das armas existentes no Brasil”, afirma Barbosa.

29/10/2015

PORTARIA 51 REFERENTE A HABITUALIDADE E VINCULAÇÃO AO CLUBE DE TIRO

É MUITO IMPORTANTE LEMBRAR AOS ATIRADORES QUE É NECESSÁRIO COMPARECER NO CLUBE DE TIRO PARA TREINAMENTO E OU COMPETIÇÕES AO MENOS UMA VEZ POR MÊS E ASSINAR O LIVRO OFICIAL COM TODOS OS DADOS DEVIDAMENTE PREENCHIDOS, POIS ASSIM TERÃO HISTÓRICO DE HABITUALIDADE CONFORME EXIGE PORTARIA 51/2015 DO EXERCITO BRASILEIRO, E TAMBÉM VALE LEMBRAR QUE O ATIRADOR NÃO PODE PERDER O VÍNCULO COM O CLUBE DE TIRO AO QUAL É FILIADO E DEVE RENOVAR SUA FILIAÇÃO SEMPRE ANTES DO VENCIMENTO, POIS INDEPENDENTE DE USAR O CLUBE OU NÃO, DEVE ESTAR EM DIA JUNTO AO CLUBE DE TIRO, CASO CONTRÁRIO PODERÁ TER PROBLEMAS NO DEFERIMENTO DE QUALQUER SOLICITAÇÃO JUNTO AO EXERCITO BRASILEIRO.

Imagem serviços
Imagem serviços
Imagem serviços

Instalações

Possuímos pistas de tiro "in door" (fechadas) com exaustão, ar condicionado, ventiladores, alvos elétricos para que jamais os atiradores precisem entrar nas pistas de tiro, bar social, loja de armas, munições e artigos militares (conforme legislação vigente), iluminação e ativação dos dispositivos dos stands automáticos por detecção de movimento, setor e aparelhos para limpeza de armas.

Exames para capacitação técnica

Possuímos serviço de despachante e psicólogos para facilitar a vida dos clientes e também capacitação de tiro pelo exército e polícia federal aqui mesmo em nossos stands. E a cada dia estamos investindo mais na ampliação e modernização de nossas instalações para proporcionar maior conforto e melhor desempenho aos nossos associados e visitantes.

Galeria de Fotos

Artire Clube

R. 8 A, 2018 - Vila Alema, Rio Claro - SP, 13506-494, Brasil

Contato

(19) 3536-1897


contato@artireclube.com.br